Monthly Archives: February 2011

“So”…

Standard

Só susurro

de um vento ao longe

pedras

pó.

Lírios tristes, entre os rubros saudosos

Onde estais, meu bem

em confins que não lhe alcanço..

tranço estradas, abro trancas…

e estanco, o sentir desse céu de boca

que em mim pulsa

e em ti dança.

Advertisements