Phrasear.

Standard

Risos

Lisos

Sem ais.

Olhares entrecortados

Acenos…

As luzes brilham distantes

Vagalumes de um porto onde atracar;

Ponte… atravessar.

Avesso ao regresso

Nenhuma palavra

Nem ao menos um oi

Surpresa descrente

Decepção..

Passou..

Gargalhadas entre o portão

O chaveiro na parede ainda fica

Balançando a saída do talvez

O perdão repousa plácido

Entre os lábios

Que ávidos

Calam as palavras

Que ainda

Querem ganhar o mundo.

Mudo.

Este coração em si fecha.

Não existe brecha.

Nem mais uma canção.

Apenas risos

Mesmo vazios

Risos

Que tentam colorir mais um refrão.

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s