Daily Archives: August 4, 2010

Dois.

Standard

Tenso

O desejo voraz abocanha

Cada fibra esticada

Deste corpo em delírio.

Instinto. Instigo. Castigo.

 Apago as lamparinas da percepção

Para navegar solta

Entre as tormentas

Virtuosas do destino.

Sorrio.

Inquietante o  arrefecer

Do pensamento em desatino.

Entrego

Sem ressalvas, sem demagogias

Inteira. Serena. Plena.

Penso.

Entre as sinuosidades das estradas à frente

Entre as janelas quebradas do tempo

Entre as prateleiras dos achados e perdidos

Entre os danos e as feridas

Jazo em rubro céu de boca

Entre arlequins e colombinas

Com suas lágrimas de prata

Entre o antes e quem sabe

O depois.

Penso.

Sempre um.

Uníssono.

Dois.

Advertisements