Daily Archives: May 31, 2010

Baunilha

Standard

Percorro-te inteiro

Ferina…

No alabastro da varanda

Onde ao longe

Albatrozes mergulhões

Clareiam o laranja dessa tarde de maio

Sinto você.

Mesmo incerto,

Incorreto… sinto.

Tua pele

Em mim fica

Colho os jasmins que perfumam

Este inicio de noite,

Que aquarelamente vai surgindo..

Calmamente no frio fio de luz solar

Que morre no poente dia.

Acidamente aguardo,

Aconchego os pensamentos

Entre brancas e fofas nuvens de anis

E aos poucos;

Sorvo cada gota de baunilha

Que em um inesperado abraço

Possa existir.

Advertisements