Daily Archives: March 1, 2010

Cinza girl

Standard

Uma pétala dança ao vento

Na suavidade das escalas

da melodia entoada do tempo.

Existe um perfume melancólico neste ar

De uma inenarrável beleza;

e difícil de aceitar.

Em um instante tudo para, menos esta canção.

Passa-se o ponto, mas não passa-se o refrão.

A pétala em fim, chega ao chão;

Pousa linda e lisa na plasticidade

Deste pequeno foco de visão.

Na sutileza do impensável belo em si

Tudo gira , tudo move, no agir.

Calmamente contemplo o silêncio

desta queda voluptuosa

 e então

sinto-me só, neste palco imenso e sem ação.

Advertisements